9.10.13

[MIDIA] Entrevista com Dae Sung para a revista japonesa Mina.

Mina 2.jpg



Confira abaixo entrevista com Dae Sung para a revista japonesa Mina.

“Minha primeira confissão tem que ficar guardada para minha futura esposa“. Primeiro solo, bela balada poética.


“I LOVE YOU”, de Yutaka Ozaki, foi também regravada anteriormente na Coréia. É muito popular, além de ser uma música que eu gosto e com a qual estou bastante familiarizado, desde os meus tempos de colégio. Como é uma canção famosa, quando fui convidado para regravá-la, me senti feliz, apesar do meu desconforto e pressão. Antes de gravar, eu primeiro ouço a música, em seguida tento combinar a minha voz com a canção, na minha cabeça. Normalmente eu fico sempre muito calmo, antes de uma gravação, mas desta vez, eu me senti um pouco confuso. No entanto, quando já estava no estúdio de gravação, com Hakase Taro, e ouvi a melodia de seu violino, minha mente ficou limpa e me senti encorajado a seguir adiante. Num curto período de tempo, uma tomada ficou ok. Eu só me encontrei com Hakase Taro uma vez e o achei uma pessoa alegre e interessante. Além disso, o produtor Seiji Kameda, que também é uma pessoa engraçada, me ajudou a relaxar e desfrutar, sem perder o foco no trabalho. Este é um álbum que eu pude finalizar graças à ajuda de muitas pessoas. Embora eu tenha tentado ouvi-la mais uma vez, mas há tantas versões de “I LOVE YOU”, por todo lado. A versão original de Yutaka Ozaki ocupa o primeiro lugar, então a segunda posição não ficaria comigo? (risos) Eu ainda tenho confiança!

A gravação aconteceu no Japão e o videoclipe foi filmado na Coréia. Eu tive minha primeira cena de beijo neste vídeo. Mas eu não solicitei que ela acontecesse, então pessoal, por favor, não me entendam mal. Estou muito satisfeito em ver que este trabalho pode ser concluído perfeitamente (tanto o vídeo quanto a canção), mas eu não desejaria que minha família, os membros do Big Bang ou qualquer outra pessoa assistisse a cena de beijo, me sinto muito tímido… Muito tímido (risos). Embora eu estivesse nervoso na minha primeira cena de beijo, eu ainda me diverti ao filmá-la. Eu concluí as filmagens com poucos erros. Agora que eu penso sobre isto, gostaria de ter errado mais vezes, durante a cena de beijo! Estou só brincando. Naquela época, minha mente estava realmente vazia e eu não conseguia pensar em mais nada.

Embora eu cante esta canção, a verdade é que eu não tenho muita experiência confessando o meu amor. Deste modo, minha primeira vez dizendo “Eu te amo“, está reservada para a garota com quem eu me casarei no futuro. Ah, estou suando agora (risos). Comigo, ao invés de me confessar diretamente, eu prefiro que os outros usem um método incrível, confessando seu amor para mim. Eu gosto de garotas que trabalham realmente duro, porque eu acho isto bonito e sexy.

As garotas japonesas me passam a sensação de serem gentis, e elas têm belos sorrisos e são muito charmosas. A turnê do Big Bang pelos domes começará em novembro, então poderei desfrutar de seus sorrisos novamente.

No futuro, vamos usar minha versão de “I LOVE YOU” para criar novas memórias juntos. Ao ouvir a canção, vamos descobrir o encanto da música e relembrar o passado. Ultimamente, também tenho ouvido as canções do BOYZ II MEN , e isto me permite lembrar dos meus dias de trainee. E ao ouvir o álbum do Big Bang, pensarei na turnê mundial. Então, eu realmente gostaria de cantar músicas, que permitissem às pessoas relembrarem suas antigas memórias.

Fonte: dsholic/ big bang brazil

0 comentários:

Postar um comentário