22.7.14

[MIDIA] Entrevista de Dae Sung Para Revista Mnavi

Dae Sung - Mnavi - Aug2014 - 01.jpg

Entrevista de Dae Sung, na edição de agosto da revista Mnavi. Imagens aqui.

Confira tradução completa abaixo.




P: Parabéns pelo lançamento do seu álbum [D'slove]. Me conte o principal tema do álbum.
DS: Obrigado. Este é meu segundo álbum solo. Ele [D'slove] é meu primeiro álbum original. Meu primeiro trabalho teve o nome “D’scover” [D-LITE'scover], com covers de J-Pop. Eu decidi usar o título “D’s…” dessa vez no começo. E planejei fazer um álbum com o tema amor, criando o nome “D’slove”, então comecei a produzir. Embora existam várias canções sobre amor, eu acho que há muitas histórias de amor no mundo. Eu expressei e desenhei o amor de várias maneiras neste álbum. Eu quero que você sinta prazer, tristeza e dor através deste trabalho.

P: Qual é a diferença entre o primeiro álbum (de música cover) e este original?
DS: Há várias memórias entrelaçadas com as canções originais do primeiro álbum, e eu coloquei minha própria interpretação, e fiquei com medo que isso fosse estragar a imagem da canção original, e me preocupei com a recepção dos fãs japoneses e do Big Bang, porque era meu primeiro álbum solo. Mas eu refleti minhas opiniões neste novo trabalho, e já que são canções originais feitas do zero, eu realmente quis que vocês ouvissem o quanto antes. Mas por outro lado, esta é a primeira vez que lanço um álbum original, então fiquei preocupado com a resposta do público em relação à minha música. Espero que as pessoas que ouçam esse álbum se sintam em harmonia.

P: As canções “Rainy Rainy”, “Wake up, Sleep”, “Try Smiling”, “Look At Me Gwinsun” foram lançadas em junho, em comemoração ao início de sua turnê no Japão. “D’slove” está atraindo uma grande popularidade. Quando começou a tocar a introdução no show, todos os fãs deram seu apoio em conjunto. Como você se sentiu?
DS: Sempre que ouço apoio, me sinto relaxado. Quando eu vi estes fãs cantando junto, derramando lágrimas e com um sorriso no rosto, fiquei profundamente tocado, pensando que minha música foi aceita pelas pessoas.

P: Todas as 10 canções, inclusive as 4 lançadas anteriormente, estão em japonês. Você teve algum padrão específico ao selecionar músicas para este trabalho?
DS: Eu escolhi o que quero cantar, independente do gênero. Achei que as pessoas seriam capazes de ouvir diferentes gêneros neste álbum. Mas eu tenho um padrão. O rock foi importante pra mim.

P: Porque o rock se tornou um padrão?
DS: Na verdade, há rock nas minhas raízes musicais.

P: É surpreendente.
DS: Eu naturalmente ouvia música popular coreana, por causa dos meus pais. Me senti atraído pelo rock ao encontrar músicas ou ver vídeos de artistas estrangeiros. O artista que tem o maior impacto sobre mim é o Queen. Sinto que sua música e apresentações ao vivo são completamente maravilhosas, e não me deixam entediado, mesmo depois de assistir diversas vezes. Quando o rock é interessante, eu posso apreciar a música ao ouvi-la.

P: E sobre as gravações deste álbum?
DS: Eu escrevi várias letras, e cantei várias canções lembrando de minhas experiências e memórias passadas, assim pude mergulhar neste mundo musical naturalmente.

P: Como você disse, você escreveu as canções deste álbum. Qual foi a dificuldade em escrever as letras?
DS: Não houve nenhuma dificuldade em especial ao escrever as letras. Eu escrevi “Rainy Rainy” em um ambiente escuro, com apenas uma lâmpada no quarto. Como resultado, pude deixá-la com um sentimento de desespero. Uma canção chamada “Dress” também foi incluída no álbum, assim como “Rainy Rainy”. Estas duas canções me foram entregues por um compositor, e achei que elas combinavam com minhas cores, por isso quis cantá-las no momento que as ouvi. Letras temporárias também foram acrescentadas à melodia. Como as letras originais ficaram boas, não interrompi este clima, apenas coloquei minha imagem.

P: Ouvi dizer que “Rainy Rainy” e “Dress” foram feitas no Japão.
DS: Sim, elas foram feitas no Japão. Se não tivesse conhecido estas canções, todas as faixas do álbum seriam de artistas coreanos. “Rainy Rainy” descreve a mente cuidadosa de um herói, que sente falta de sua amada, durante toda a canção. Meu coração realmente doeu ao cantá-la. Agora é a estação da chuva. Acho que você irá gostar dessa canção, quando ouvi-la em um dia chuvoso. “Dress” é uma canção muito bonita, e me imaginei cantando-a ao vivo quando a ouvi da primeira vez. Gravá-la foi mais difícil do que pensei, especialmente a pronúncia. As letras incluem, “Todo dia é feliz quando estou com você, então por favor, fique para sempre ao meu lado. Quero passar muitos momentos com você”.

P: Como sua referência, quando você se sente mais feliz?
DS: Quando canto ao vivo.

P: Ouvi que você tem passado dias felizes ultimamente.
DS: Sim, pensar que posso cantar uma música hoje me deixa feliz e acima de tudo, fico incrivelmente contente que meus fãs têm passado tempo comigo, por causa da minha voz.

P: E “Shut Up” é uma faixa de rock poderosa, escrita por G-Dragon, membro do Big Bang.
DS: Sim, essa canção foi escrita por G-Dragon. Eu gosto bastante. Como sua personalidade é diferente da minha, sua escrita é completamente distinta da minha. Também acho que isso aumenta a atração do álbum, e minha voz combina bem com a melodia, então pude cantar naturalmente. Além disso, a palavra “Shut up” (Cale a boca) me deixou bem satisfeito, porque pude repeti-la várias vezes, e mesmo não podendo dizer isso pra ninguém pessoalmente, fiquei contente (risos). Posso aliviar o estresse e simplesmente curtir. Quero que todos vocês curtam juntos.

P: E foi impressionante que Hyadain (Maeyamada Kenichi), escreveu comicamente as letras em japonês de “Look At Me Gwinsun”, de um ponto de vista independente, cujas letras originais e melodia foram feitas por G-Dragon.
DS: Eu lancei esta canção na Coreia em 2008. Eu estava participando de vários programas de variedade na Coreia, e a imagem alegre desta canção combinou tão bem com minha personalidade, que pensei que o gênero popular (trot) era minha especialidade. Eu a cantei em coreano na turnê solo passada, e meus fãs dançaram em conjunto, o que deixou o ambiente quente. Eu queria que meus fãs pudessem entender uma parte desta canção, então a cantei em japonês. Hyadain ajudou nas letras, e interpretou minha personalidade, da época em que nos conhecemos num programa de TV. Espero que as pessoas ouçam e prestem atenção nas letras. Eu realmente quero cantá-la em alguma recepção ou karaokê, para tornar a atmosfera quente.

P: Esta é uma pergunta comum no mês de julho. O que você acha do verão?
DS: Acho difícil trabalhar no verão, porque eu suo demais (risos). Eu gosto muito de fruta. Eu penso em melancia ao falar sobre verão. Eu comi melancia alguns dias atrás. É a fruta mais gostosa!

P: Me diga quais são seus planos futuros.
DS: É algo completamente individual. Eu quero pular de bungee jump. Vou precisar de tempo pra me preparar antes de pular (risos). Eu quero tentar este desafio algum dia!

P: Você tem shows em Osaka nos dias 26 e 27 de julho. Qual é o seu desejo?
DS: Eu falo no palco toda hora. Já que tenho muito tempo com meus fãs, sinto que estou crescendo. Quero finalizar a turnê sem problemas. Vou tentar finalizá-la com toda minha concentração.

P: Por favor, deixe uma mensagem aos fãs e leitores.
DS: Eu quero que muitas pessoas ouçam “D’slove”. O álbum expressa um amor triste por completo. Você poderá sentir força ou conforto, já que o som vem de dentro, e não de uma atmosfera escura. Eu quero me unir e me identificar com vocês através da música. Quando gravei estas canções, senti que estava conversando com os fãs, e senti aquele momento. Eu posso revelar minha música através dessa turnê, mas quero ter a chance de cantar para meus fãs em um futuro próximo, e será legal se eu puder dividir meus pensamentos com vocês neste álbum, que contém minha ideias e amor. Espero que vocês aguardem meus próximos trabalhos.

Créditos  wheneverds
Tradução: Bonezz @ bigbangbrazil
Postagem: raay @daesung brasil

0 comentários:

Postar um comentário